Contos de Pinguim: Volume 1

De Club Penguin Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Contos de Pinguim: Volume 1
ContosdePinguimVolume1.png

A capa do livro.
Informações
Lançamento 27 de abril de 2007

Contos de Pinguim: Volume 1 é um livro do Club Penguin, que pode ser lido na Biblioteca. Foi publicado pela única empresa de publicação de livros da ilha, a Editora Bola de Neve. Ele contém três histórias, escolhidas pelo Concurso de Histórias da Sala de Leitura do Club Penguin, realizado em abril de 2007, no Club Penguin News. Seus vencedores foram Orantango, Comoica e Icmer, que escreveram os contos "Pânico na Pizaria", "A Aventura a Jato de Comoica" e "A Lenda do Puffle Dourado", respectivamente.

Enredo[editar]

Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

Pânico na Pizzaria[editar]

A capa do primeiro conto.

O gerente da Pizzaria, César, está desanimado pela baixa clientela do restaurante, devido à presença da Penguin Band na ilha. O dia estava tão calmo que ele deu permissão para seu garçom, Darsen, tirar uma folga para assistir o show da banda. Após um pouco de trabalho na cozinha, César ouve alguns pinguins entrando na Pizzaria e logo descobre que se tratavam dos integrantes da Penguin Band: Stompin' Bob, G Billy, Petey K e Franky. Eles explicam ao gerente que começaram a ficar com fome e que haviam se perdido no caminho para o Dance Club. Em seguida, César conta à banda que eles eram os únicos clientes do dia, ação que acaba acarretando em uma ideia de Franky, considerada genial por G Billy: a Penguin Band poderia tocar na Pizzaria para atrair os clientes de volta. A sugestão do músico é um sucesso e a apresentação atrai grande público, tornando necessário um trabalho exaustivo por parte de César, a fim de atender todos os pedidos. No fim do dia, Darsen retorna ao restaurante cabisbaixo, por não ter encontrado o conjunto no Dance Club. Por fim, o garçom diz ao gerente que seu dia pelo menos teria sido melhor que o de César, que prefere não contar sobre tudo que aconteceu.

A Aventura a Jato de Comoica[editar]

A capa do segundo conto.

Em um lindo dia no Club Penguin, Comoica se despede dos seus puffles para passear pelo Posto de Observação e jogar Aventura a Jato. Antes de decolar, ela resolve dar uma rápida olhada pelo Telescópio, descobrindo que o Migrator se ancoraria em breve na ilha. Animada com a aparente proximidade do Rockhopper, Comoica decide voar até o navio, indo a oeste, em vez de leste. Depois de cerca de 15 minutos, problemas inesperados começam a ocorrer: ela percebe que a distância do Migrator é, na realidade, muito maior. Um vento muito forte em uma direção contrária a sua atrapalha ainda mais seus planos. A principal adversidade, no entanto, é a falta de combustível. Comoica começa a despencar, mas consegue encher o tanque do foguete no meio de sua queda. Já na metade do caminho para o navio, a pinguim ouve um belo e assustador som vindo de baixo d'água. Ela se aproxima do oceano para averiguar e presencia a emersão de uma gigantesca baleia. Assustada, porém curiosa, ela confere que o animal não possui dentes, o que a deixa mais tranquila. A brisa começa a ventar com mais intensidade, dificultando ainda mais a viagem de Comoica, que perde o controle do foguete, o qual já estava com o combustível baixo mais uma vez. A pinguim resolve desligar os motores, logo antes de perceber que estava logo acima do convés do Migrator. Sem saber como aterrissar, ela se segura em um mastro e conta com a ajuda de Yarr para descer. Ela é recebida por Rockhopper, que a parabeniza pelo voo. No entanto, ele conta a ela que só zarparia em direção ao Club Penguin no dia seguinte e que não possuía nenhum combustível. Desta maneira, Comoica teria que viajar com ele. Ela fica animada com a notícia, mas se preocupa com seus puffles: quem os alimentaria? De repente, ela os vê chegar, cada um de sua maneira única. No final, tudo acaba bem e Comoica jamais se esqueceria de sua incrível aventura.

A Lenda do Puffle Dourado[editar]

A capa do terceiro conto.

Um pinguim estava escavando na mina, a procura de ouro, quando vê uma criatura dourada a correr. Ele percebe que encontrou um puffle dourado e corre para contar sua descoberta para outros pinguins. No dia seguinte, a notícia já havia se espalhado e ganhado uma cobertura do Club Penguin News. Icmer, ao ler a matéria publicada no jornal sobre o achado, se assustou. Ele se apressou para chegar à redação e notificar o editor do Club Penguin News sobre o equívoco que havia acontecido. O editor primeiramente interrompe Icmer e não o deixa falar, tendo assim que gritar. Finalmente, ele consegue contar sua história na íntegra: em uma linda manhã no seu iglu, percebeu que uma lata de tinta amarela caíra sobre o seu puffle. Sem dinheiro para dar um banho em seu pet, Icmer resolveu o levar até a Caverna, para entrar na piscina. No entanto, ao abrir a porta de seu iglu, o puffle fugiu e cavou um buraco na neve. Era tarde demais, não havia sinal do paradeiro da criatura. O editor então indica a Icmer que o pet se encontrava dentro de uma gaiola na redação. No reencontro com o puffle, Icmer resolve não remover a tinta para se tornar um pinguim muito famoso.

Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo (spoilers).

Galeria[editar]

Curiosidades[editar]

  • O terceiro conto se passa antes da descoberta do Puffle Dourado, o que explica o espanto geral pelo achado do pinguim minerador.

Em outras línguas[editar]

Idioma Nome
Inglês Penguin Tales: Spring '07
Francês Contes Pingouins: Volume 1
Espanhol Cuentos de Pingüinos: Primavera '07
Alemão Pinguin Geschichten: Band 1
Russo Пингвин истории: Том 1

SWF[editar]

Ver também[editar]